Acantonamento de escuteiros em Ruivós

Os chefes do Agrupamento 727 de Escuteiros do Sabugal fizeram este domingo, 21 de Março, um reconhecimento do terreno na freguesia de Ruivós para preparar o acantonamento marcado para os dias 10 e 11 de Abril próximos.

Clique nas imagens para ampliar

O Agrupamento de Escuteiros 727 (CNE 727) do Sabugal vai realizar um acantonamento na freguesia de Ruivós nos dias 10 e 11 de Abril. Para o efeito vão ser utilizadas as instalações do Salão de Festas e ter o apoio da Junta de Freguesia e da Associação dos Amigos de Ruivós. O reconhecimento teve início na capela da Santíssima Trindade localizada num planalto com um miradouro que permite avistar as terras de Espanha, a Guarda e a sempre imponente e bela Serra da Estrela. Os escuteiros vão utilizar trilhos em terra batida, fugindo ao alcatrão, e passando pela zona das vinhas de Ruivós até terminarem no Salão de Festas.
O CNE 727 foi criado em 6 de Maio de 1982 mas por motivos diversos esteve praticamente inactivo desde 2002 tendo sido reactivado em Abril de 2008. Os novos escuteiros juraram as promessas em 9/10 de Maio de 2009.
Para ser escuteiro é necessária, antes das acções externas – os raids vulgarmente conhecidos como caminhadas –, muita formação teórica.
«Estamos a iniciar tudo de novo», disse ao Capeia Arraiana o chefe Nelito, líder do grupo, lembrando que estão «abertos à adesão de todos os jovens do concelho do Sabugal». «Estamos dispostos a aceitar inscrições para formação de chefes na Junta Regional da Diocese da Guarda com sede na Covilhã», acrescentou.
«Mas porquê na Covilhã?» – foi a dúvida que colocámos ao chefe Nelito. «A zona da Covilhã está muito mais activa. A maior parte das actividades são no sul da diocese. Mas, recentemente, os responsáveis da Junta visitaram o Sabugal e ficaram admirados com as condições físicas e naturais das nossas terras», esclareceu o escuteiro-mor.
Em 20 de Dezembro quando o grupo raiano fez um acantonamento na Rapoula do Côa com uma caminhada até às Termas do Cró trocaram impressões com escuteiros de Cascais que estiveram cerca de uma semana em Sortelha. As reacções dos forasteiros à estadia e à recepção por parte das populações foram muito positivas e de grande satisfação.
No entanto o discurso dos chefes escoteiros presentes em Ruivós deu a entender alguma apreensão e desapontamento pela falta de adesão dos jovens sabugalenses à nobre actividade escoteira justificada com a muita oferta desportiva no concelho.
O agrupamento CNE 727 tem como assistentes o Pe. Manuel Igreja Dinis (pároco do Sabugal) e o Pe. Hélder e é constituído por três secções: Lobitos (dos seis aos 10 anos) reconhecidos pelo lenço amarelo debruado a branco; Exploradores (dos 11 aos 14 anos) que utilizam um lenço verde debruado a branco; e Pioneiros (entre os 15 e os 17 anos) que equipam com um lenço azul debruado a branco.
O Corpo Nacional de Escutas é um movimento do Escutismo Católico Português.

O Agrupamento CNE 727 do Sabugal está a aceitar inscrições através do email: cne727@gmail.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s